Processo Seletivo é aberto em Jaru, RO, para contratar profissionais da educação

A prefeitura de Jaru (RO), a 290 quilômetros de Porto Velho, divulgou o edital do processo seletivo simplicado para contratar 77 pessoas, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Semecel). Os salários podem chegar a R$ 1.786,16.

Os interessados poderão se inscrever entre os dias 15 e 17 de janeiro, através do formulário de inscrição que ficará disponível na página oficial da prefeitura. O formulário deve ser preenchido e entregue juntamente com os demais documentos exigidos no edital nas dependências da Semecel, que fica localizada na avenida Padre Adolpho Rohl, 956, Setor 02, das 07h30 às 12h.

Conforme o edital, as vagas estão dividias em 12 para pedagogo da educação infantil, 51 para pedagogo da educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental; 1 para psicólogo; 5 para supervisor escolar; 3 para orientador escolar; 2 para cozinheira e 3 para zeladora.

O resultado final com a lista dos aprovados será divulgada no dia 1º de fevereiro de 2018.

Fonte: G1/Rondônia
Foto: Rinaldo Moreira

Moradoras cobram iluminação pública e coleta de lixo em loteamento em Ariquemes, RO

Moradoras de uma rua no Jardim Zona Sul em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari, relatam problemas com a falta de Iluminação pública e coleta de lixo na Rua 39. Apesar da ausência dos serviços, elas alegam que pagam taxa de iluminação pública e taxa do lixo.

Foto: Diêgo Holanda – G1/Ariquemes

A moradora Lubina Ferreira de Almeida diz sofrer com a falta da coleta de lixo, porque precisa ir até uma avenida próxima em que o caminhão passa para descartar o lixo doméstico. “O lixeiro não passa aqui. Todo mundo que mora nessa rua tem que deixar o lixo na avenida”, conta.

Atualmente são apenas duas casas ocupadas por moradores na rua, que tem cerca de 500 metros, e fica no fim de um dos bairros mais afastados do centro da cidade.

Ao G1, a assessoria de comunicação da prefeitura de Ariquemes informou que vai enviar uma equipe da Secretaria Municipal de Obras (Semosp) para avaliar se a rede elétrica da rua é capaz de receber as luminárias. Sobre a coleta de lixo, o executivo disse que vai cobrar da empresa terceirizada responsável pela serviço que inclua a Rua 39 no itinerário do caminhão.

A reclamação sobre os problemas no Jardim Zona Sul foram enviados pelo aplicativo Tô na Rede. Internautas podem mandar sugestões de reportagem ao G1 baixando o aplicativo.

 Fonte: G1 Ariquemes

Homicídio no município de Machadinho, na tarde desta quarta-feira

Um homicídio foi registrado na tarde desta quarta-feira (10) na Avenida Marechal Dutra, Bairro Bom Futuro, zona urbana de Machadinho do Oeste.

Segundo informações um homem identificado como Sivanildo Westfal Pires, 38 anos, foi executado com vários tiros, inclusive na cabeça, após estacionar seu carro em frente a uma residência e descer do veículo.

Testemunhas informaram que a vítima foi surpreendido com os disparos de arma de fogo ao sair do carro e que o autor dos disparos seria um homem em uma motocicleta Honda Broz  de cores vermelha e branca.

A PM de Machadinho isolou toda área do crime, até a chegada da perícia técnica da polícia civil de Jaru, que após os trabalhos de praxe liberou o corpo para a funerária de plantão.

FONTE: http://www.anoticiagora.com.br

Defesa Civil de Jaru, RO, entra em alerta com possível cheia do principal rio da cidade

Defesa Civil de Jaru (RO), cidade a 290 quilômetros de Porto Velho, emitiu um plano de contingência após o principal rio do município atingir a marca de sete metros de profundidade na última quinta-feira (21). Na manhã desta sexta-feira (22) o rio Jaru avançou para a marca de 8,10 metros, ficando a menos de um metro do nível de transbordamento.

Para tentar reduzir prejuízos semelhantes aos registrados na cheia histórica de 2016, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Câmara de Vereadores, Ministério Público e Igrejas receberam cópias do plano de ação com informações para a retirada emergencial de famílias das áreas alagadas, caso seja necessário.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Jaru, Zeferino Rodrigues, a previsão é de 125 milimetros de chuva até o final do ano na região, com base nos dados da estação pluviométrica do município. O coordenador explicou que se o volume de chuva for grande na cabeceira do rio, a Defesa Civil vai emitir um alerta.

“O rio Jaru nasce perto da serra de Mirante da Serra [município de Rondônia, distante 98 quilometros de Jaru], de lá pra cá são vários rios que formam essa grande bacia hidrográfica. Caso as chuvas atinjam toda a bacia, não temos dúvidas de que teremos um evento de grandes proporções” disse Zeferino.

Atualmente são 640 famílias em situação de risco próximas ao rio Jaru. A Defesa Civil esclareceu que se houver risco de uma enchente o alerta será dado através de comunicados em emissoras de rádio e TV, além de um carro de som que será designado para ir aos locais de risco, avisando da necessidade de retirada das famílias e seus pertences.

 Cheia Histórica e medo

No início de 2016 o nível do rio Jaru atingiu a marca histórica de 11 metros de profundidade, deixando centenas de famílias desabrigadas. A possibilidade de uma nova inundação preocupa algumas famílias que tiveram que sair de suas residências, entre elas a da servidora pública Edite Anunciação Macedo. “Agora quando a gente vê uma chuva já fica assustada e pede para Deus não deixar o rio subir” expõe a servidora.

FONTE: G1