Com futuro incerto, Neymar tem semana decisiva no PSG

Por www.terra.com.br

Neymar se reapresentará ao Paris Saint-Germain nesta segunda-feira (15), uma semana após o restante do elenco retornar das férias, em rota de colisão com o clube francês. O atacante não quer continuar no PSG, força uma transferência, de preferência para o Barcelona, mas os franceses prometem jogo duro para liberá-lo.

O clima será pesado. O diretor esportivo Leonardo criticou abertamente o jogador pelo atraso, que, segundo o clube, não estava programado e prometeu puni-lo. O pai do atacante, Neymar da Silva Santos, garante que o retorno apenas nesta segunda-feira estava acertado há muito tempo por causa de compromissos no Instituto Neymar Jr.

Com isso, o time catalã teria de realizar uma engenharia financeira para o retorno de Neymar, sem ferir o fair play financeiro da Uefa. Neste cenário, o Real Madrid poderia entrar na disputa. “Está claro para todo mundo (que Neymar quer sair). Mas no futebol, você diz uma coisa hoje e outra amanhã. É incrível, mas é assim”, explicou Leonardo, em entrevista recente ao Le Parisien. “Neymar pode deixar o PSG, se houver uma oferta que sirva a todos.”

A indefinição sobre o futuro é mais um capítulo nas recentes polêmicas envolvendo Neymar desde o fim da temporada europeia. O atacante se apresentou em 25 de maio à seleção para a Copa América, mas, no dia 31, foi acusado de estupro pela modelo Najila Trindade. O caso ainda está em andamento: na última sexta-feira a Justiça atendeu à solicitação da Polícia Civil e concedeu mais 30 dias para as investigações sobre a acusação.

Após o boletim de ocorrência registrado por Najila, Neymar divulgou conversas com a modelo e fotos e passou a ser investigado também por crime digital. Ele prestou depoimento no Rio e em uma delegacia em São Paulo. O caso também está em processo de investigação.

Mesmo com as polêmicas extracampo, Neymar permaneceu na seleção e só foi cortado do grupo por lesão, ao torcer o tornozelo direito no amistoso contra o Catar, dia 5 de junho. Sem ele, o Brasil conquistou o título da Copa América.

O atacante realizou tratamento no Brasil e, no último sábado, afirmou que “está quase 100% recuperado”, após participar de um evento de seu instituto na Praia Grande, litoral de São Paulo, quando bateu bola e até marcou um gol. “Só falta voltar a treinar”, garantiu. Resta saber se será com o grupo do PSG ou em uma nova casa.