Com melhor turno da história, Fla precisa empatar por ‘título inédito’

Por R7

Gabigol e Reinier brilharam na vitória do Flamengo sobre o Avaí – EDU ANDRADE/FATOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
STYLLYS MALHARIA

Desde que Jorge Jesus chegou ao Flamengo, a equipe se transformou completamente. Se antes parecia apenas um coadjuvante no Brasileirão, o time agora é franco favorito a levar a taça no final do ano. E se o troféu de campeão brasileiro ainda parece algo distante, já que o torneio se decide apenas no início de dezembro, o técnico português está perto de seu primeiro título, mesmo que simbólico, pelo rubro-negro.

Isso porque com o empate do Santos contra o Athletico-PR, neste domingo, o Flamengo precisa apenas de um empate no jogo do próximo sábado, justamente entre os dois líderes da tabela, para se sagrar campeão do primeiro turno do Campeonato Brasileiro pela primeira vez em sua história.

Aliás, os 39 pontos conquistados em 18 jogos já representam o melhor turno do clube carioca desde que o Brasileirão passou a ser disputado em pontos corridos com 20 equipes na disputa, em 2006. Até então, o melhor desempenho da equipe havia sido na arrancada para o título de 2009, quando o Flamengo conquistou 38 pontos no segundo turno. Nos primeiros turnos, a melhor pontuação havia sido em 2018, com 37 pontos.
Caso os comandado de Jorge Jesus, que acumulam cinco vitórias consecutivas no torneio nacional, consigam mais um triunfo no sábado, a equipe, além do título simbólico, ainda abre uma ótima vantagem na liderança. Se chegar aos 42 pontos, o Flamengo fica com cinco pontos na frente do Santos. O único time que tem a chance de ficar com uma diferença menor do que essa é o Palmeiras, que tem um jogo a menos.