Padrasto criminoso é preso após agredir mulher e tentar incendiar enteada

Por Rondoniagora

Ocorrência foi registrada na Central de Polícia de Porto Velho — Foto: Pedro Bentes/G1
STYLLYS MALHARIA

Valério G.S., de 37 anos, foi preso no início da manhã desta segunda-feira (9) após jogar a álcool e tentar incendiar o corpo da enteada de 13 anos. O crime aconteceu em uma residência do Bairro Eletronorte, na Zona Sul de Porto Velho. A mãe da criança também foi agredida.

Os policiais informaram, que encontraram a menina sentada em frente à residência e ao ser questionada se morava no local, ela relatou que estava com medo de entrar por causa do padrasto.

Ela disse ainda, que por volta da meia-noite de domingo Valério teria tentado agredi-la. Não satisfeito com as ameaças, a criança disse que ele jogou álcool no corpo dela, no colchão onde ela dorme e só não conseguiu fazer o que queria, pois, um vizinho ouviu os gritos de socorro, e impediu que o criminoso incendiasse a criança.

Com medo, a menina pediu para a mãe ligar para a Polícia, mas a mulher se negou. Após o crime, Valério ficou ingerindo bebida alcoólica na residência. Nesta manhã, o homem voltou a fazer novas ameaças de morte contra mãe e filha.

Questionada, a mãe da criança confirmou a versão relatada pela filha e disse que foi agredida por Valério, e foi lesionada no pulso e nas pernas. Ela disse que não acionou a Polícia porque Valério teria dito que mataria ela e a menina assim que saísse da cadeia.

A mulher disse ainda, que Valério teria tentado incendiar a menina com um isqueiro, não conseguiu, e no momento que ele foi na cozinha buscar outro isqueiro, o vizinho chegou e impediu que ela fosse queimada.

No bolso de Valério, os policiais encontraram um isqueiro. A menina disse que não é a primeira vez que é ameaçada e agredida pelo padrasto.

Ele recebeu voz de prisão, e foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Porto Velho.