Palmeiras e Barranquilla reeditam estreia da Libertadores de 2018

Dudu e Ricardo Goulart são as principais armas do ataque do Palmeiras
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Barranquilla (Colômbia), 5 mar (EFE).- Semifinalista da última Copa  Libertadores, em que foi eliminado pelo Boca Juniors, o Palmeiras estreará na edição de 2019 nesta quarta-feira (6) contra o mesmo adversário da primeira partida da campanha do ano passado, o Junior Barranquilla.

Em 1º de março de 2018, no estádio Metropolitano Roberto Meléndez, mesmo palco do duelo desta quarta, o atual campeão brasileiro venceu por 3 a 0, com dois gols de Bruno Henrique e um de Borja.

O volante será titular novamente, enquanto Borja provavelmente começará no banco, com Deyverson, suspenso no Campeonato Paulista, ficará no comando de ataque.

Apenas um jogador que esteve em campo pelo Alviverde há um ano em Barranquilla não faz mais parte do elenco, o zagueiro Thiago Martins, que se transferiu para o Yokohama Marinos, do Japão. O Junior também manteve a base, mas perdeu três jogadores, incluindo dois para o futebol brasileiro: o meia-atacante Chará, agora no Atlético-MG, e o centroavante Jonatan Álvez, do Internacional.

No Paulistão, o Palmeiras ainda não empolgou, mas lidera o Grupo B, com 18 pontos, e precisa de apenas uma vitória nas três últimas rodadas para confirmar a classificação para as quartas de final.

A boa notícia para o início da luta pelo bi continental é o retorno dos meias Gustavo Scarpa, recuperado de uma entorse no tornozelo esquerdo sofrida no dia 11 de fevereiro, e Moisés, que recebeu uma pancada na perna esquerda no clássico contra o Santos e foi desfalque no confronto com o Ituano. Por outro lado, o zagueiro Luan teve um estiramento na coxa e está fora.

Armas do rival

O Junior, vice-campeão da última Copa Sul-Americana, vencida pelo Athletico Paranaense, agora é treinado por Luis Fernando Suárez, ex-técnico das seleções de Equador e Honduras. Os grandes nomes do elenco são os experientes Matías Fernández, meia, e Teo Gutiérrez, atacante, além do jovem Luis Díaz, promessa da seleção colombiana.

As duas equipes fazem parte do grupo F, com Melgar e San Lorenzo, que se enfrentarão ainda nesta terça-feira no Peru, no Estádio Monumental de la Unsa.