Menina vítima de colisão entre ônibus e caminhão na BR-364 sai da UTI em Porto Velho

Por G1

STYLLYS MALHARIA

A menina Aquila, de 10 anos, que foi vítima do acidente envolvendo um ônibus e um caminhão na BR-364 em Rondônia, recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ela permanece internada na enfermaria do hospital infantil Cosme e Damião em Porto Velho.

Segundo informado pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesau) nesta quarta-feira (8), a criança não corre mais risco de vida e está reagindo bem aos tratamentos. Os aparelhos para auxiliar na respiração foram retirados no última semana. No momento ela está sendo cuidada pelas alas de pediatria, ortopedia e neurologia.

A criança está internada no hospital infantil da capital desde o dia 29 de dezembro de 2019, um dia após o acidente na rodovia federal, após ser transferida do hospital regional de Vilhena (RO) em uma aeronave em estado grave. Na época o laudo médico apontava perfuração no baço, duas costelas fraturadas, fraturas no maxilar, traumatismo craniano e um corte profundo na face.

Aquila é a última vítima do acidente que ainda está internada.

O acidente

Um caminhão colidiu com um ônibus no dia 28 de dezembro de 2019 no Km 52 na BR-364, entre Vilhena e Pimenta Bueno (RO), deixando seis mortos e 26 feridos. Chovia na hora do acidente.

Na ocasião, cerca de 60 profissionais participaram dos trabalhos no hospital para atendimento às vítimas, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e assistentes sociais.

Entre os mortos estão dois motoristas do ônibus, uma passageira, o motorista do caminhão, a esposa e a filha deles, de 2 anos.

Segundo apurado inicialmente pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhão invadiu a pista do ônibus e provocou o acidente. A Polícia Civil informou que o laudo do acidente deve ficar pronto em 30 dias.