Quatro escolas de Rondônia adotarão modelo militar em 2020

Por G1

STYLLYS MALHARIA

Quatro meses após o lançamento do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, a Secretaria de Educação de Rondônia (Seduc) divulgou as instituições de ensino fundamental e médio que seguirão ao modelo no estado. Conforme informou o Ministério da Educação (MEC), todos os estados da Região Norte adotaram o novo perfil escolar que deve vigorar logo no início do primeiro semestre de 2020.

De acordo com a Seduc, quatro unidades estaduais foram selecionadas para participar do programa, são elas:

  • E.E.E.F.M Ulisses Guimarães, em Porto Velho
  • E.E.E.F.M Padre Ezequiel Ramin, em Alta Floresta do Oeste
  • E.E.E.F.M 28 de Novembro, em Ouro Preto do Oeste
  • E.E.E.F.M Priscila Rodrigues Chagas, em Rolim de Moura

Segundo o MEC, cada instituição receberá um auxílio do Governo Federal de R$ 1 milhão para implementar o projeto. O repasse deve cobrir gastos em infraestrutura e investimentos.

A diretora geral de educação da Seduc, Irany Oliveira, informou que oficiais da Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiros atuarão na gestão das escolas.

“As escolas já existem. São unidades estaduais que estão readaptadas para adotar o modelo dos colégios militares. As aulas começam já no início do ano letivo, marcado para 6 de fevereiro”, disse a diretora.

Atualmente, o estado conta com seis colégios militares em funcionamento. As unidades se concentram nos municípios de Porto Velho, distrito de Jaci-Paraná, Ariquemes, Ji-Paraná e Vilhena. Apenas o Colégio Militar Tiradentes, localizado na capital, funciona com administração do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia.