Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão na sede do Cruzeiro e na Toca da Raposa

Por G1 Minas — de Belo Horizonte

Sede Cruzeiro Futebol Clube (Foto: Globo Esporte)

A Polícia Civil cumpre, na manhã desta terça-feira, mandados de busca e apreensão na sede do Cruzeiro, no Barro Preto, e na Toca da Raposa.

Os alvos da operação são Wagner Pires de Sá, presidente do Cruzeiro, e Itair Machado, vice-presidente de futebol do clube, são alguns dos alvos da operação. A Polícia Civil também cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ambos.

O atual bicampeão da Copa do Brasil é investigado por suspeita de operações irregulares. A dívida do clube chega a R$ 500 milhões.

Em maio, a TV Globo teve acesso a documentos internos do clube que revelam transações irregulares e uso de empresas de fachada para ocultar crimes.

No fim de 2018, a Polícia Civil abriu inquérito para apurar irregularidades no clube e já ouviu 15 pessoas.