Ramires se diz 95% pronto para estrear e revela peso de Felipão na escolha pelo Palmeiras

Por Felipe Zito e Tossiro Neto — São Paulo

Meio campo Ramires no Palmeiras (Foto: Tossiro Neto)

Palmeiras apresentou na tarde desta segunda-feira o meio-campista Ramires, último reforço contratado pelo clube para a sequência da temporada de 2019. Das mãos do diretor Alexandre Mattos, o atleta de 32 anos recebeu a camisa número 18 do Verdão.

Anunciado no dia 13 de junho, Ramires trabalha na Academia de Futebol desde o dia 26 do mês passado. Até o momento, ele prioriza um processo de recondicionamento físico e por isso ainda não trabalhou com bola ao lados dos companheiros.

– Estou treinando bastante a parte física, procurando fazer o melhor para estar à disposição nos próximos jogos. Treino de manhã e de tarde. Posso dizer que estou 95% da minha melhor parte física. É continuar fazendo o trabalho, já pensando em treinar com a equipe para estar à disposição o mais rápido possível – disse Ramires.

– Não posso te dar um prazo, uma data, até porque isso não depende só de mim. Se dependesse de mim jogaria hoje. Tem uma equipe ali dentro trabalhando para eu ficar 100% para entrar em campo e ajudar 100%, sem nenhum tipo de problema – completou.

No Palmeiras, Ramires terá a oportunidade de trabalhar mais uma vez com Felipão, treinador da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2014. O atleta revelou que a conversa com o comandante alviverde pesou na decisão. Mas o posicionamento em campo ele prefere aguardar o dia a dia dos trabalhos com bola na Academia de Futebol.

Ramires fala na Academia de Futebol — Foto: Tossiro Neto

– Ele vai me ajudar bastante, até porque acabei tomando a decisão de vir para o Palmeiras muito pelo Felipão. Tive algumas conversas com ele, e ele me passou muita tranquilidade. O fato de ele já me conhecer, o que eu posso fazer, onde posso ajudar, ajuda bastante. Ele sabe que eu posso ajudar. Eu espero fazer o melhor – afirmou o palmeirense.

– Na China, nos dois primeiros anos, eu acabei jogando como primeiro volante, que não é minha função. Mas a equipe precisava. Mais para frente já estava jogando como segundo volante. Com o Felipão atuei como segundo volante e muitas vezes aberto pela direita. Não sei como vou ser usado, mas vou procurar fazer o melhor para, da maneira que eu entrar, eu possa ajudar – acrescentou.

Ramires chega ao Palmeiras com contrato válido até o dia 30 de junho de 2023. Ele será um dos inscritos do Verdão para a disputa do mata-mata da Libertadores, que terá início no dia 23, contra o Godoy Cruz, na Argentina.

Opção para o concorrido meio de campo do time de Felipão, Ramires não atua no futebol brasileiro desde 2009, quando deixou o Cruzeiro para se transferir para o Benfica, de Portugal. Depois, teve passagens por Chelsea, da Inglaterra, e Jiangsu Suning, da China.

– É difícil dizer que vai ser o Ramires de dez anos atrás. Procuro não fugir das minhas características, que é ajudar atrás e chegar na frente. A torcida pode esperar empenho, vontade, qualidade e um pouco mais de experiência. Com um pouco mais de experiência você pega mais atalhos, mas com muita raça, vontade. Estou ansioso demais para estrear, treinando o máximo. Se tivessem três períodos, treinaria – declarou o camisa 18 do Verdão.